quarta-feira, 3 de agosto de 2011


Seguir em frente pode ser doloroso, mas na maioria das vezes é a melhor opção. Resolvi não me importar, não procurar e deixar pra lá. E sabe o que aconteceu? N-a-d-a.

Nenhum comentário: